STV News
Facebook Youtube Instagram
Voltar Publicada em 16/07/2020

Em Ji-Paraná, grávida entra em trabalho de parto na BR, é assistida por PRFs

Heróis da estrada: Em Ji-Paraná, grávida entra em trabalho de parto na BR, é assistida por PRFs e criança nasce em segurança

Gravidez de risco era acompanhada por médicos de Ouro Preto do Oeste. Apesar do rompimento da bolsa durante o percurso, parto ocorreu sem maiores problemas

Há quase duas semanas, no dia 5 de julho, policiais rodoviários federais da Delegacia da PRF em Ji-Paraná estiveram à frente de uma ocorrência diferente. Treinados para situações de risco e enfrentamento ao crime, os agentes se depararam com uma situação bastante delicada: uma jovem, em gravidez de risco, acompanhada da mãe, solicitou ajuda no posto da PRF ao entrar em trabalho de parto.

A equipe, mesmo sem experiência real nesse tipo de evento, providenciou auxílio imediato, deslocando em viatura policial para um Hospital em Ouro Preto do Oeste, cerca de 50 quilômetros distante do local de atendimento. Essa decisão foi tomada a pedido da mãe, pois os profissionais que acompanharam o delicado pré-natal do pequeno Luiz a aguardavam naquela maternidade.

Durante o caminho, dentro da viatura, a avó materna da criança disse aos policiais que, em outras duas oportunidades, a gestante havia perdido bebês por complicações decorrentes da gravidez. Pouco depois dessa informação, a jovem mãe teve um princípio de desmaio e em seguida a bolsa estourou. Apesar de todas as dificuldades, o deslocamento aconteceu sem intercorrências e o parto foi realizado como planejado, no Hospital Bom Jesus.

Nas palavras do PRF Vinicius Pitta, um dos responsáveis pela ocorrência, afirma que “para a equipe, fica a lição de que apesar de incomum, frente aos cenários nos quais trabalhamos e estamos acostumados, esse tipo de ocorrência é de igual ou maior importância do que as ocorrências policiais mais corriqueiras. É muito gratificante saber e ver que ajudamos a trazer uma criança ao mundo, principalmente, se levarmos em consideração que a mãe havia perdido outros dois bebês em gestações anteriores. Saber que tivemos uma parcela de colaboração, faz com que nos sintamos muito gratos e felizes em fazer parte dessa Instituição, que nos possibilita auxiliar a quem precisar e em qualquer circunstância”. O policial também disse que “os conhecimentos transmitidos durante o curso de formação profissional, na Universidade Corporativa da Polícia Rodoviária Federal (UniPRF), bem como a mentoria realizada por policiais mais antigos, foram de fundamental importância para decisões, tomadas sob pressão, nessa ocorrência incomum”.

Na manhã dessa quinta-feira (16), a equipe responsável pelo socorro realizou uma visita à família do recém-nascido. Seguindo todas as recomendações médicas de cuidados decorrentes da pandemia do Coronavírus, os PRFs entregaram uma camiseta da instituição, gravada com o nome do pequeno Luiz Zangarini e também alguns pacotes de fraldas, para ajudar nos cuidados durante os primeiros dias de vida da criança.

Participaram da ocorrência os policiais rodoviários federais: Vinicius Pitta, Ricken e F. Silveira

Fonte: Assessoria PRF