STV News
Facebook Youtube Instagram
Voltar Publicada em 05/07/2021

Promessa olímpica cubana vira desertor na Europa

Informação foi confirmada pelo país

Cuba confirmou neste sábado (3) que o atleta de salto triplo Jordan Diaz, de 20 anos, abandonou a delegação de Cuba na Europa e foi excluído da representação olímpica do país na Olimpíada de Tóquio 2020.

– Diaz abandonou sua equipe na Europa – disse o diretor de alta performance do Inder (Instituto Nacional de Esportes, Educação Física e Recreação de Cuba) José Antonio Miranda.

Além de Diaz, o ginasta Manrique Larduet, de 24 anos, também não integrará a delegação olímpica cubana. Diaz foi campeão da Olimpíada da Juventude de Buenos Aires e ganhou destaque na categoria adulta, sendo considerado uma das maiores promessas do esporte no país.

Larduet, segundo o dirigente, está “sem a forma física e técnica necessária para um evento desse nível”.

Cuba será representada por 69 atletas na competição nas seguintes modalidades: atletismo; luta livre; boxe; judô; canoagem; tiro; levantamento de peso; tênis de mesa; vôlei de praia; natação; pentatlo moderno; taekwondo; ginástica artística; ciclismo; e remo.